MENOPAUSA E CORAÇÃO

A reposição hormonal (RH) na menopausa ainda é um assunto discutível.

A menopausa é causada por uma diminuição da produção de hormônio estrogênico pelos ovários.

Os sintomas e sinais (ondas de calor, sudorese, mudanças de personalidade, depressão e outros sinais) são decorrentes da diminuição hormonal e podem ser aliviados pela administração de hormônios.

A reposição hormonal geralmente é feita pela administração de estrógenos ou de estrógenos combinados com progesterona.

Estudos recentes mostram que a reposição hormonal pode ter significativo benefício para o coração das mulheres depois da menopausa. A administração desses hormônios eleva as taxas de HDL colesterol e diminui o LDL colesterol.

Além dos benefícios para o sistema cardiovascular, a reposição hormonal beneficia a formação de tecido ósseo e ajuda na prevenção da osteoporose que tende a se acentuar por ocasião da menopausa.

Ao contrário do uso de anticoncepcionais orais, a reposição hormonal não aumenta a pressão arterial nem produz ganho de peso.

A reposição hormonal combinada evita a proliferação do endométrio enquanto a administração de estrógeno isolada favorece esse crescimento exagerado.

Reposição hormonal e câncer de mama

Existem estudos que sugerem que a incidência de câncer de mama pode aumentar nas mulheres que recebem estrógenos, principalmente durante mais de cinco anos.

IMPORTANTE: Toda mulher que ainda tiver útero e estiver recebendo reposição hormonal, principalmente se receber estrógeno isolado, deverá fazer anualmente exame ginecológico de controle, incluindo aí ecografia pélvica e mamografia. Perdas de sangue ou outros sinais ou sintomas diferentes servem de alerta e exigem uma visita mais cedo ao seu médico.

fonte: abcdasaude.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *